terça-feira, 27 de abril de 2010

DÍSTICOS

Se te disserem: - Corre! a tua fazenda arde -,
Não apresses o andar, chegarás, sempre arde.

Se dois rumos houver, segue ao acaso a viagem;
O fim é apenas um ... tudo o mais e paisagem!

Anrique Paço D’Arcos
in Poesias Completa

Um comentário:

  1. É favor corrigir a palavra "arde" para "tarde" na ª linha do poema.

    ResponderExcluir